9 de abril de 2009

Palavras de Jesus! (Mt 5:33-37)

“Também ouvistes que foi dito aos antigos: Não jurarás falso, mas cumprirás rigorosamente para com o Senhor os teus juramentos. Eu, porém, vos digo: de modo algum jureis; nem pelo céu, por ser o trono de Deus; nem pela terra, por ser estrado de seus pés; nem por Jerusalém, por ser cidade do grande Rei; nem jures pela tua cabeça, porque não podes tornar um cabelo branco ou preto. Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno.” (Mateus 5:33-37)

Em Levítico 19:12 lemos: “... nem jurareis falso pelo meu nome, pois profanaríeis o nome do vosso Deus.” A lei não ordenava que ninguém jurasse, mas ela mostrou que quando tivesse algum juramento, deveria ser feito em nome de Deus e em hipótese alguma haver falsidade (Deuteronômio 6:13; Levítico 19:12; Zacarias 8:17). Mas isto não indicava que fora de juramento, alguém poderia mentir, pois o Senhor Deus abomina a mentira (Provérbios 6:16,17; 12:22). O problema é que a tradição farisaica encontrava nisto uma fenda para sair de seus erros, ou seja, quando o nome de Deus estivesse envolvido, não se jurava falsamente, porém não tendo o nome do Senhor, era uma porta aberta para a desonestidade. No entanto, eles deveriam encontrar nos regulamentos de Deus, uma porta para a fidelidade a verdade contínua.

O que Jesus condena aqui não são os juramentos em si, mas o engano praticado pelos oportunistas, pois na verdade, qualquer juramento que se faça, está diante de Deus, mesmo que diretamente não envolva o Seu nome. Um simples “sim” ou “não” não nos coloca em menor responsabilidade com a verdade e com nossos compromissos, que qualquer juramento que se faça (Mateus 12:36,37).

Um juramento não obriga necessariamente a quem o faz de reforçar a verdade, mas assegura ao seu receptor uma maior segurança. O que o Senhor quer é que haja total e absoluta verdade em nossos corações e lábios. O que Jesus espera de cada um de nós em nossos relacionamentos, seja com Ele, com Deus e com o nosso próximo é que sejamos absolutamente sinceros e verdadeiros, ou seja, tenhamos compromisso com a verdade, mesmo nas coisas pequeninas e nos pormenores da vida cotidiana.

Como seres humanos, estamos sujeitos a sucumbir às tentações de mentir, ser infiel, odiar, agir com egoísmo, ceder às concupiscências, esquecer e não cumprir com compromissos com os outros e principalmente com Deus. Tais condutas não coincidem com um andar santo e consagrado daquele que se declara seguidor de Cristo. Deus não pode mentir e espera que cada um que se declara cristão, tenha compromisso com a verdade, sendo honestos a qualquer custo, havendo transparência em suas palavras ditas a Deus ou a alguém, seja ela um “sim” ou um “não” (Tito 1:2; Colossenses 3:9; Efésios 4:15,25). O cristão tem que estar ciente que ele não é obrigado a jurar, mas precisa e deve sempre dizer a verdade.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A maior expressão do amor de Deus:

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)

Fale de Cristo aos outros:

- "E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado." (Marcos 16:15,16)

- "... pois todos pecaram e carecem da glória de Deus, ..." (Romanos 3:23)

- "... porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor." (Romanos 6:23)

- "Fiel é a palavra e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal." (1 Timóteo 1:15)

- "Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; ..." (Romanos 1:16)

- "De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam." (Hebreus 11:6)

- "Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados, ..." (Atos 3:19)

- "Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação." (Romanos 10:9,10)

- "Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo." (Atos 2:38)

- "buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." (Mateus 6:33)

- "Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima." (Hebreus 10:25)

- "Portai-vos com sabedoria para com os que são de fora; aproveitai as oportunidades. A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um." (Colossenses 4:5,6)

- "Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra.19 Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;20 ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século." (Mateus 28:18-20)